Engano Religioso - Chamado ao Evangelho

Recentes

colocar adsense (apagado)

quinta-feira, 10 de março de 2016

Engano Religioso

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
2Pedro 2:1

Caro leitor, quero continuar insistindo neste assunto, por acreditar que estamos vivendo uma expansão meteórica do engano religioso, propagada pelos falsos profetas. Eles estão aí, por todo o lugar, em quase todas as “igrejas”, pregando, ensinando diariamente nos púlpitos e canais de TV. A parte do versículo que baseia esse escrito que pretendo salientar é esta:

“Introduzirão encobertamente heresias de perdição”.

Quero alertar você sobre a sutileza do engano. O texto menciona a forma que o engano será propagado: “encobertamente”, de uma maneira sutil, inteligente e bem elaborada! Por isso até você, cristão sincero e honesto, pode ser enganado. Você deve seguir sempre as recomendações bíblicas, dadas pelos apóstolos e pelo próprio Jesus para, assim fazendo, não cair nas teias pegajosas da mentira.

Quero passar algumas recomendações para que você não mais seja enganado, nem ludibriado por esses mestres do engando. Vejamos o que Paulo tem a ensinar:

“Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o que é bom.” (1Tessalonicenses 5:20-21)

Ele nos ordena a fazer um exame, uma análise minuciosa de qualquer movimento, pregador ou doutrina e, só reter, aquilo que é comprovadamente bíblico! Para isso você deve comparar todo seu ensino com as verdades das Escrituras.

Agora, vejamos o apóstolo João:

“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.” (1João 4:1)

Caro irmão, não creia, não aceite, nem engula qualquer doutrina/ensinamento, tampouco considere qualquer pastor precipitadamente. Antes, como diz João, prove-os para saber se são de Deus. Provar significa: “submeta-os a um teste.” Avalie esses “profetas”; examine as Escrituras para saber se são ou não de Deus!

Por último, temos nosso Senhor Jesus:

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?” (Mateus 7:15-16).

Tenham cautela! Fiquem apercebidos, pois eles estão por toda parte. A facilidade que possuem de enganar os fracos na fé reside no fato de virem transfigurados (disfarçados)! Notem que Jesus disse que eles vêm até nós vestidos de ovelhas: aparência de piedade, bondade… Até milagres acontecem! Entretanto, por dentro são lobos devoradores, mentirosos e corruptos!

Jesus prossegue ensinando como reconhecê-los e desmascará-los: “Por seus frutos os conhecereis”. Querido irmão em Cristo, não seja ingênuo. Não é pelos sinais que eles “fazem” que são reconhecidos. Podem haver curas, prodígios e tudo mais, porém isso não é evidencia de que sejam verdadeiros. A verdadeira prova são os frutos que dão: o caráter, a bondade, o amor, ou seja, os frutos de Gálatas 5:19. Juntamente com isso, deve-se notar o quanto aquilo que eles pregam e vivem está de acordo com a palavra de Deus!

Esses são algumas recomendações de testes, à luz da Bíblia, para que você não seja enganado por essa horda de salteadores, que trabalham para o seu pai, o Diabo! Daqui para frente, tome cuidado. Siga somente aquilo que for bíblico.

Termino com a recomendação de Paulo:

“Não sejais mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente”. (Efésios 4:14)

Em Cristo,

Paulo Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário